sábado, 17 de novembro de 2012

Poema Amor

O que é o amor
senão um jogo de lenta admiração ?

O amor, o amor
esse jogo demasiado complicado
esse assunto demasiado retocado
Sabes o amor é muita complicação.

O amor é tudo aquilo que alguém
quer ou deseja mas nunca tem;
é tudo que é demasiado sonhador
mas na verdade é pesadelo;
é tudo aquilo que parece banal
mas tudo se torna discutível;
é tudo aquilo é sem sentido
e passa tudo a questionável.

Oh por favor não me venham
com livros baratos a falar
do amor ideal, do amor eterno,
do que pode ou não  ser duradouro;
do que pode ou não ser legitimo
nada do que está aqui, nestes livros
é real, nem mesmo na própria vida;
á definição de amor ? claro que não!
Nunca houve.

Autor : Carlos Cordoeiro.

1 comentário:

  1. Ai o amor...há sempre as duas faces da moeda. Gostei do teu poema!

    ResponderEliminar